SOBRE O PVC
.
  O que é o PVC    


1. Definições

O Policloreto de Vinil, habitualmente designado pela sigla PVC, é um material termoplástico utilizado numa grande variedade de aplicações e produtos. O PVC contém na sua composição, 57% de Cloro (derivado do Cloreto de Sódio-sal de cozinha) e 43% de Etileno (derivado do petróleo). Como todos os plásticos, o PVC obtém-se a partir do processo de polimerização que converte os hidrocarbonetos, existentes em materiais como o petróleo, num único composto denominado polímero. Esta composição confere ao PVC duas vantagens, primeiro, a de não ser tão susceptível às oscilações de preço do petróleo nos mercados, segundo, a de não ser um bom combustível como os derivados de petróleo.

Através de uma reacção química, o Etileno proveniente do petróleo, e o Cloro, obtido a partir da electrólise da água, combinam-se formando o Dicloreto de Etileno, que por sua vez é transformado num gás denominado “VCM” (Vinyl Chloride Monomer, em português Cloreto de Vinil). O Cloreto de vinil é tóxico e, por esse motivo, é através de um processo de produção fechado, que se produz o PVC na forma de um pó branco, quimicamente estável. A fase final é a polimerização, em que são incorporados os aditivos apropriados para fazer um composto de PVC personalizado e que converte o monómero num polímero de vinil, que mais não é que PVC.

 

2. Estrutura química do PVC

O PVC foi produzido pela primeira vez em 1935 e desde então tem sido industrialmente fabricado em grandes quantidades. Foi desenvolvido como um material que oferece uma ampla gama de propriedades, permitindo distintas aplicações. Estudos demonstram que a produção total de PVC é utilizada nas seguintes áreas, aproximadamente nas proporções indicadas:

  • Indústria da Construção 55%

  • Embalagens 16%

  • Mobiliário 4%

  • Veículos 4%

  • Indústria de Energia Eléctrica de 2%

  • Outros 19% (incluindo Medicina e Horticultura)

  • Propriedades do PVC

 

O PVC, é um dos plásticos mais importantes, tendo sido um dos primeiros a ser produzido em larga escala. O PVC é um polímero que tem, aproximadamente, 57% do seu peso em Cloro e apenas através do uso de aditivos, se torna um material com utilidade prática e passível de ser trabalhado. Os aditivos permitem uma ampla variação das características do produto final e permitem obter aquelas que melhor se adeqúem à aplicação prevista. O PVC é um produto amigo do ambiente, pois pode ser reciclado.

 

3. PVC-U

O Policloreto de vinil não plastificado (PVC-U) é o mais utilizado de entre todos os polímeros no fabrico de caixilharia. O ”U” significa não plastificado, ou seja indica que o produto final não foi amolecido pela adição de produtos químicos, denominados por plastificantes. Esta variante de PVC é mais rígida e versátil que o tradicional PVC.

 

 4. Como são produzidos os caixilhos em PVC-U

PVC-U utiliza-se no fabrico de caixilhos desde os anos 60, inicialmente na Alemanha e, mais recentemente, no resto do mundo. Nos últimos 15 anos o uso de PVC-U no fabrico de caixilhos tem aumentado substancialmente, estimando-se que actualmente 85% dos projectos de construção e remodelação prevêem a instalação de caixilhos em PVC-U. Há muitas razões para este sucesso, mas a principal é a qualidade do produto, o PVC-U é um material muito resistente e leve que se adequa perfeitamente para uso em produtos de caixilharia.

O PVC-U “puro” não é adequado à produção de perfis para portas e janelas. Torna-se necessário adicionar uma pequena quantidade de estabilizadores e aditivos, cuja combinação varia entre os diferentes fabricantes. Estes aditivos conferem ao produto final diferentes propriedades, das quais se destacam:

  • Não apodrecer ou decompor-se biologicamente;

  • Elevada resistência a intempéries, com baixa necessidade de manutenção;

  • Excelente Resistência ao impacto;

  • Indeformável dentro de temperaturas climáticas normais;

  • Pode ser derretido a altas temperaturas e portanto, ser reciclado;

 

Os caixilhos em PVC-U são produzidos a partir de secções de perfil, que são cortadas e unidas com a forma final do caixilho. Estes perfis são produzidos forçando o PVC-U fundido a atravessar um molde com o formato do perfil pretendido, o material é então arrefecido quase instantaneamente, antes de ser cortado no comprimento adequado. Este processo denomina-se extrusão. A planicidade, perpendicularidade, e linearidade do perfil são garantidas pelas características de design do perfil, assim como do molde utilizado.

Os caixilhos são, fabricados a partir de secções de perfil cortadas com um determinado tamanho. Estes pedaços de perfil são então unidos num conjunto que forma aros fixos e aros móveis, utilizando um processo de soldadura por fusão térmica, ou através de ligação mecânica, com recurso a uniões em “T”. Perfis de reforço em aço, ou alumínio, são instalados no interior dos perfis de PVC-U para garantir ao conjunto, a resistência adicional necessária.

 

5. Reciclagem

A indústria do PVC tem investido milhões no desenvolvimento de processos de reciclagem sofisticados, recuperando milhares de toneladas de material a partir de “resíduos”, produzindo toda uma nova geração de produtos energeticamente avançados, eficientes e sustentáveis. Devido à sua estrutura e composição, o PVC pode ser facilmente reciclado através de processos mecânicos, obtendo-se material reciclado de excelente qualidade. A triagem cuidadosa e adequada é de crucial importância na optimização da reciclagem de materiais em PVC.

Uma característica extremamente importante é a capacidade de reciclar não só desperdícios provenientes da produção de novos artigos, mas também produtos obsoletos, ou inutilizados, por exemplo portas e janelas em PVC-U que atingiram o final do respectivo ciclo de vida. Desta forma ocorre o “fecho” do ciclo no processo de reciclagem. A reciclagem de caixilharia de PVC-U usada, é muito mais complexa do que a dos desperdícios de produção. Isto porque, inevitavelmente, os caixilhos contêm restos de outros materiais de construção, nomeadamente, aço, betão, acessórios e vedantes que necessitam ser removidos previamente à reciclagem.

O principal objectivo da reciclagem é obter um benefício ambiental através da redução do uso de recursos primários e evitar o recurso ao aterro. A indústria europeia do PVC tem obtido grande êxito neste capítulo, utilizando esquemas de reciclagem que coordenam a recolha e reciclagem, na indústria da construção e de produtos de consumo em PVC. Esta tem sido uma prática comum, que permite recuperar e reciclar os resíduos provenientes de fábricas, ou desperdícios do fabrico de caixilharia. Estes materiais são, então, incorporados no polímero virgem e conjuntamente utilizados na produção de artigos com um ciclo de vida mais longo, onde se incluem perfis para caixilharia.

 

 
© Copyright L.A. PVC 2013 All Rights Reserved